Interpretando o filme Mãe!

Mais um filme polêmico do diretor Darren Aronofsky, essa interpretação tem SPOILERS DETALHADOS do filme, portanto se você ainda não viu e não quer spoilers, não leia!!

Lembrando que isso é uma interpretação pessoal, esta aberto sempre a duvidas!!

- A casa seria o planeta terra na tentativa de criar um paraíso.

- Jennifer lawrence seria a mãe natureza ou Maria (mas eu acredito que faz mais sentido ela ser a mãe natureza)

- O pó amarelo que ela mistura na agua é na real um dos maiores mistérios do filme.. no meu entedimento era algo que purificava ela, porque toda vez que ela via algo que poderia se tornar um pecado ou alguma coisa impura ela acabava passando mal e tomando o liquido (como a cena em que o casal faz sexo) (a chegada do homem a casa) (quando começam a invadir a casa) e outros.

- Vocês podem perceber que a esposa nunca sai da casa é como se não houvesse nada além disso pra ela, como se ambos estivessem conectados, porque o coração dela que cria a casa, no entanto o marido (deus) sai da casa todo tempo nunca falando aonde vai sempre com a resposta de estar buscando inspiração.

- A esposa (mãe natureza) é gentil, boa e cuidadosa sempre tentando agradar seu marido (deus) e demonstrando devoção apesar de o tempo todo o espectador perceber que a devoção não é mutua e o marido as vezes ainda parece rude com ela.

- O javier barden seria no caso deus que convida o homem a sua casa (paraiso) que no caso seria Adão, no segundo dia chega Eva, e vocês podem ver na parte que o homem esta vomitando o corte que seria a costela que foi retirada dele para criar Eva.

- O casal chega a casa e a mulher fica obcecada pelo escritório, que a personagem de Jennifer lawrence repetidas vezes diz que ela não deve entrar, mesmo assim ela entra e assim como seu marido fica fascinada pelo "cristal".

- O casal no entanto apesar de serem ditos para não tocar no cristal eles acabam quebrando. (eles comem o fruto proibido e cometem um pecado)

- Em uma das cenas quando ela abre uma porta para uma passagem secreta na casa e aparece um sapo, que poderia representar uma das pragas do Êxodo.

- Um pouco após isso os filhos dos dois aparecem e a situação fica caótica, então ambos os filhos brigam (que no caso seriam caim e abel) e um (caim) acaba matando o outro (abel)

- logo depois disso o casal (adão e eva) faz um velório, e nisso varias pessoas "invadem" a casa que a meu entender seriam os descendentes de adão e eva, que causam destruição na casa apesar dos pedidos da jennifer para que parassem ela é totalmente ignorada então a pia explode e "alaga" a casa que no caso seria um representação do diluvio, logo após isso todos vão embora e a casa fica em "paz"

- A cena de sexo seguinte pode ter interpretações variadas e eu fiquei bem confusa, de um lado eu entendi que a Jennifer foi violentada, porque inicialmente ela relutou e não queria mas acabou aceitando devido ao seu amor cego, o que poderia significar que ela não seria a mãe natureza e sim a virgem maria, agora seguindo minha linha de raciocínio e imaginando que ela é a mãe natureza pode apenas ter sido a criação da vida, essa cena eu realmente não sei como interpretar.

- Jennifer acorda na manha seguinte com a sensação que esta gravida, o seu marido tem a inspiração e começa a escrever tudo parece perfeito, ele cria uma obra maravilhosa logo após isso a noticia se espalha e pessoas começam a aparecer na casa dizendo que a obra trouxe inspiração e esperança (o livro seria a bíblia)

- Só que as pessoas perdem o controle começam a surtar destruir quebrar e fazer todo tipo de loucura, mesmo a esposa pedindo para que todos parassem, as pessoas sempre com a explicação de que o marido havia permitido que eles fizessem o que quisessem, no caso seria o livre arbítrio.

- então a esposa começa a passar mal e a casa vira uma completa loucura com as pessoas dentro dela ( no caso os humanos) cheio de guerras, ódio., desprezo, pobreza, dor e maldade.

- vocês podem perceber que tudo acontece no térreo da casa (a terra) a parte de cima aonde tinha o cristal seria o céu (paraíso), a terra deveria fazer parte do paraíso, mas conforme o seguimento do filme você ve como as pessoa (humanos) destroem tudo e o paraíso acaba sendo dilacerado e separado... e também poderia ser que a parte de baixo da casa é o inferno, mas isso é aberto a interpretação também!

- O bebe acaba nascendo no meio do caos, e a personagem da mãe não quer deixar o marido levar o bebe para as pessoas que querem conhece-lo , quando ela acaba dormindo por um instante o marido leva o bebe para fora e a população da casa acaba repassando o bebe ao meio de gritos da criança, sem ao menos se importar o que poderia acontecer com ele.

- O bebe no caso é jesus que no acaba morrendo nas mãos da população que deveria adora-lo, logo depois disso as pessoas (comem sua carne e bebem do seu sangue).

- Após ser agredida fortemente (uma cena mega pesada) e ter seu filho morto, além de tudo ver a atrocidade das pessoas (no caso os humanos no geral), e apesar do pedido de seu marido (deus) que perdoasse a todos porque estavam arrependidos ela não consegue fugindo para parte de baixo da casa.
- Assim que chega lá ela decide destruir a casa (extinguir a vida na terra o apocalipse).

- Então o marido carrega o corpo quase morto da esposa e pergunta se ela ainda o ama e diz que precisa começar tudo de novo porque tudo que ele sabe fazer é criar, então retirando seu coração ele cria um cristal e nesse cristal que ele cria vida de novo (sempre tentando recriar o mundo, e fazer uma versão perfeita dele mesmo que sempre acabe falhando.)

- No final o marido (deus) sempre vai acabar destruindo e recriando tudo, é um ciclo eterno de tentativas mesmo o humano se provando não digno.

Um filme inteligente e visceral uma critica a deus e a humanidade em si.

Espero que todos tenham gostado, eu gosto muito de analisar filmes então se vocês gostarem eu estou disposta a fazer isso uma vez por semana com filmes variados e difíceis de se entender!!

Resenha Filme: Lola

Lançamento: 10 de agosto de 2012
Dirigido: Lisa Azuelos
Gênero: Comédia , Drama , Romance
Sinopse: Lola (Miley Cyrus) namora Chad (George Finn). Ele têm uma banda e ensaia quase todos os dias para o grande show da escola. Tudo ia muito bem entre eles até Lola descobrir que Chad é na verdade um traidor. Para piorar suas notas na escola vão de mal a pior, por ficar pensando sobre sua vida pessoal. Sua mãe (Demi Moore) está tão brava com as confusões de Lola que não vai mais deixar ela ir à Paris no final do semestre com a escola. Só que as coisas ficam ainda mais complicadas quando Lola percebe que Kyle (Douglas Booth), seu melhor amigo, pode ser muito mais que isto. O que fazer agora, se todos eles só pensam em se divertir e curtir? (Fonte: Wikipedia)

'Anyway, here we are in our journey. Trying to love, live, and laughing out loud. Which is good, because my name is LOLA, but everyone calls me LOL'; São essas palavras que iniciam o tão aguardado LOLA, que depois de mais de 10 vezes adiado, finalmente consegui assistir. Com a Miley Cyrus, quem eu dedico todos os dias da minha vida, Ashley Greene (Ashley) e Demi Moore (Anne) no elenco, o filme retrata o dia-a-dia de uma adolescente, Lola (Miley), as confusões, as amizades, as brigas, os relacionamentos. E claro, as redes sociais. Lola é um tipo mais ‘convencional’ de garota, que ainda escreve as coisas em seu diário, mas não abre mão do seu facebook. O filme mostra também as notas afundando, o amor de uma aluna pelo seu professor, se apaixonar pelo seu melhor amigo.

Ao decorrer do filme você descobre coisas como: os pais de Lola estão se revendo depois do divórcio, ela nunca teve uma relação sexual (porém todos acreditam no contrário), ela se apaixonou pelo seu melhor amigo, uma festinha pode sair do controle muito rápido. Lola usa drogas (cena cortada do filme depois do incidente da sálvia em 2010).
Uma coisa que chama atenção é Kyle  (Douglas Booth), não apenas por ser bonito, mas pela relação que ele tem com LOL, a amizade que vira namoro, é que ele é o melhor amigo de Chad (George Finn), o ex namorado de Lola, e os dois tem uma banda juntos. Vale a pena conferir a música Heart On Fire: ‘I won’t let you go, now you know. I’ve been crazy for you all this time’;

 Uma coisa que acontece com Lola, e bem comum com todos, são as notas baixas, e a mãe acaba não quer deixá-la ir à viajem a Paris com a escola. Claro que com jeitinho, ela acabou indo para Paris, onde seu relacionamento com Kyle começa a ‘tomar um rumo’, obviamente ela escreve em seu diário. Um belo dia, enquanto sua mãe procura um casaco ela acha o diário de Lola, acaba lendo e, por fim descobre coisas que estavam acontecendo com a filha, o uso das drogas, o amor por Kyle, sua experiência lésbica com sua amiga Emily (mostrado apenas com uma foto, rapidamente).

Então, Anne resolve falar com sua filha. Ocorre a seguinte fala do trailer:‘Like messing up your life’ e TAN TAN TAAN as duas acabam discutindo, e Anne dá um tapa em sua filha que arruma as coisas e vai morar com o pai. Não mostra ao certo quando tempo ela ficou com o pai, mas logo ela pede desculpas para a mãe e volta a morar com ela e os irmãozinhos.


Infelizmente, a Ashley Greene não aparece muito no filme. Ela é apelidada de ‘post-it’ pois ‘gruda em todos os meninos’, ela é vista como vilã. Mas o máximo de ‘vilanisse’ que ela tem é o fato de grudar nos garotos. 

O filme tem uma temática mais madura, porém pouco explorada. Eu realmente fiquei encantada com o filme, a bilheteria foi fraca por causa constante mudança de data e eu queria ver mais vezes. 

Fuller House ta chegando no Netflix

Eu espero que assim como eu vocês sejam fãs de Full House, porque agora a Netflix esta fazendo um continuação da serie, e o trailer saiu essa semana o que me deixou muito feliz, a antiga serie é ótima e praticamente todos estão de volta menos a Michele (Gêmeas Olsen) o que é uma pena, mas queridos amigos a verdade é que nem sempre podemos ter tudo, então aproveitem esse trailer e me deem seus comentários.

O que vestir: Cropped

Eu sou apaixonada por cropped não é uma roupa que eu uso sempre, eu tenho 3 ou 4 que não são do tipo mini cropped são aquelas medias que vão um pouco acima do umbigo, normalmente eu uso com short cintura alta ou calça, peguei online alguns exemplos legais para usar no verão.

Meu estilo favorito, aquelas que não são muito altas e não mostram a barriga, eu não tenho barriga chapada e tenho gordura sim (quer dizer quem não tem hoje em dia) e apesar de não ver problema nenhum em mostrar a barriga, seja la seu peso eu pessoalmente não me sinto confortável usando aquelas mais altas, então esse é o tipo certo pra mim.













Eu acho esse modelo muito lindo, infelizmente eu não tenho como usar... Ele fica perfeito para o uso sem sutiã, pelo menos eu acho que fica com uma sensação de liberdade UAHSAUSHAUHS 

Esse é o mais fácil de encontrar e o mais barato, eu tenho visto em toda parte pra vender, em diferentes cores ele é confortável e no verão é a melhor pedida pra sobreviver, com um short cintura alta fica perfeito!








Fanmade "Os Garotos Corvo"

Fiz mais um achado no youtube, esse lindo Fanmade da Blue e do Gansey de "Os garotos corvo" espero que vocês gostem, os atores que ela escolheu para o video são perfeitos e se houvesse um filme ou serie, eu amaria se eles fossem escolhidos.